A depressão e o cristão.

3

A depressão atinge hoje quase 7% da população mundial, pode-se dizer que a depressão está ligada também ao suicídio, pessoas que chegam a um estágio de dor tão grande que vêem a morte como uma solução. Como cristãos, ainda temos muito preconceito com a depressão, é mais fácil achar que e frescura do que realmente ver como uma dor.

Precisamos nos sensibilizar mais com o nosso próximo, sentir a dor do outro como se fosse a nossa. As pessoas não estão atrás das nossas frases prontas, muitas precisam apenas ser escutadas, ou até mesmo de um abraço que para você pode ser simples mas pode vir como um refúgio ou uma resposta de Deus na vida de alguém.

Que possamos olhar o nosso próximo assim como Jesus olhava: com compaixão e amor. Entendendo que para você pode ser um problema de nada, mas para quem está dentro do “caos” pode parecer uma tempestade.

3 Comentários

  1. A paz Lais. No dia em que escreveu esse artigo, eu completava 40 anos e desde os 18 ando com Jesus. Na minha adolescência tive sérios momentos de depressão e até tentei a morte. Quando me apresentaram Jesus encontrei uma razão para viver e durante a minha caminhada, conheci cristão em depressão. Seu texto é propicio para refletirmos sobre nosso papel de amor na vida do próximo. Para apontar falhas e erros existem vários… mas e para escutar ou abraçar ? Que Jesus te abençoe. Valeu pelo artigo.

Responder

Escreva seu Comentário
Seu nome Aqui