Diante do Trono pode deixar a Som Livre

5

O ministério Diante do Trono está em guerra com a Som Livre, é o que diz a coluna Radar On Line da Revista Veja. O ministério liderado por Ana Paula Valadão tem a intenção de lançar o CD e DVD “Tu Reinas”, mas antes precisa cumprir o contrato até 2014.

Segundo o jornalista Lauro Jardim, o DT terá duas opções: adiar o lançamento do álbum ou processar a Som Livre. Sobre o processo, o ministério esclareceu que “não gostaria de forma alguma recorrer à justiça para sanar a sua situação” e que deseja negociar “uma saída amigável”.

A casa nova do maior ministério de louvor brasileiro pode ser a Universal Music, que recentemente assinou com o Renascer Praise e divulgou, durante um programa da Rede Gospel, que estava negociando com um grupo de louvor. Por trás dessas negociações está a empresa UM Entretenimento, que tem Léo Ganem, ex-GEO Eventos, como diretor.

Recentemente Ganem usou o Twitter para falar sobre essa situação de contrato sem citar o nome da empresa concorrente. “Não há contrato que segure artista que não quer ficar. Como disse Vinícius em lindo erro de tradução: Liberta que serás também. Anota aí.”

Fonte: Gospel Prime

5 Comentários

  1. tomara que isso não aconteça pois o Diante do Trono é um ministério maravilhoso e a gravadora som livre é um otima gravadora e desde que o DT começou a gravar com esta gravadora melhrou mt na parte tecnologica como por exemplo os DVDS e os CDS tbm .

  2. TOMARA QUE ISSO ACONTEÇA, POIS NENHUM MINISTÉRIO OU CANTOR EVANGÉLICO DEVERIA ESTÁ NESSA GRAVADORA QUE SÓ QUER SABER DE GANHAR DINHEIRO, E AGORA TÃO GANHANDO E MUITO ÁS CUSTAS DA OBRA QUE ERA DE DEUS…

  3. Viu só? Era de se esperar! Deixou-se “seduzir” pela “Vênus Prateada” satanista e agora viu o laço. Concordo com alguém que comentou em outro site que “todo erro tem consequência”; quem mandou o DT se “prender à jugo desigual” com a maldita Som Livre da maldita Globo? Por outro lado, que bom que eles “acordaram” e viram que foi só decadência para o DT desde esse contrato; só “regravações”, canções repaginadas que na minha opinião não ficaram boas, muito “glamour”, estrelismo, e perderam a essência do que era o DT antigamente que agora está mais para “Ana Paula Valadão e Banda”… =/

Deixe uma resposta