DJ Matheus Lazaretti – Na batida da santidade

0


DJ vem conquistando espaço
na música eletrônica nacional com letras cristãs e que falam do amor de Deus

O envolvimento na música eletrônica começou
bem cedo, aos nove anos de idade. Nessa época, ele acompanhava o seu irmão mais
velho, Vinícius, em seu programa de rádio e nos eventos, tomando assim gosto
pela música. Porém, foi a música eletrônica que mais lhe chamou a atenção.
Quando viu uma picape pela primeira vez, não teve dúvidas, queria ser DJ.
Hoje, aos 17 anos de idade, o gaúcho Matheus
Lazaretti é
parte da nova geração de DJs do gênero gospel que tem conquistado o público com
a música eletrônica nacional.
Em 2014, Matheus lançou dois hits. O primeiro, em maio, “Quero Te ter para sempre”; o
segundo, em julho, “Me Reacendeu” – canção de autoria do cantor Davi
Passamani. Ambos vão compor as faixas do seu primeiro disco, intitulado “Santidade
Minha Balada
”, com previsão de lançamento para este primeiro semestre de
2015. No canal Youtube estes hits
podem ser conferidos: www.youtube.com/djmatheuslazaretti
Mesmo
com pouco tempo de carreira, o DJ fala com propriedade sobre as experiências ao
longo desse tempo e que lhe ajudaram na formação como músico: “Acredito que com o tempo, amadurecemos em
todos os sentidos. Hoje, ouvindo as músicas que eu fazia aos nove anos de
idade, vejo o quanto cresci nessa área. Os estilos, os timbres, a qualidade e
toda a produção musical mudaram. Mas, realmente, o maior diferencial foi o fato
de, ainda criança, eu ter aprendido a tocar teclado, instrumento que uso até
hoje para produzir minhas músicas. E, com o passar do tempo, a maturidade e
experiências com Jesus Cristo me fizeram amadurecer muito musicalmente
”,
compartilha.
O DJ já se apresentou em diversas cidades do Rio
Grande do Sul, com passagens também por Tocantins, Santa Catarina e Minas
Gerais. Além disso, marcou presença em grandes eventos
como a Marcha para Jesus, em São Leopoldo (RS) e Gravataí (RS), todas reunindo
grande público. No dia 19 de outubro de 2014, Matheus esteve na 10ª edição da
Festa Nacional da Música – o maior encontro musical da América Latina,
realizado em Canela, no Rio Grande do Sul.
No início da carreira como DJ, Matheus recebeu
muitas críticas. Alguns chegaram a acusá-lo de “trazer o mundo para dentro das igrejas”. Sobre isso, ele diz: “Eu creditei em meu chamado e naquilo que
Deus falava ao meu coração e dei continuidade ao projeto. E, hoje, tenho nas
mãos uma grande ferramenta de evangelismo, que é a música eletrônica, na qual
muitas vezes a palavra formal não chega. E
m nossas apresentações, há um momento em que paramos e levamos uma
palavra de edificação, de jovem para jovem. Tenho certeza de que essa é a parte
mais especial das nossas apresentações
.”
O DJ
está na fase final de produção do seu primeiro disco, sobre o qual ele comenta:
No início de 2014, o CD já estava quase finalizado quando tive a ideia de
refazer tudo, começar do zero. Não estava satisfeito, queria mais excelência,
pois acredito que, para Deus, isso é o mínimo que podemos fazer. Este trabalho
terá músicas inéditas com batidas e letras muito bacanas e, de certa forma, estratégicas.
Para nosso live show, teremos novidades bem legais, com dançarinos e interação
audiovisual
. No final de março,
início de abril, vamos lançá-lo. Realmente, fico muito contente com os
depoimentos que recebemos e com a grande proporção que tudo tomou, mesmo ainda
não tendo lançado nenhum CD. A música [Quero Te ter para sempre] nos abriu
muitas portas, dentro e fora do Brasil, conquistamos muitas coisas boas e
acredito que, a partir do lançamento do CD, coisas melhores virão.”

Sobre a
escolha do título do CD, Matheus conta um fato interessante: “A primeira ideia de título foi somente
‘Minha Balada’, mas, pensando bem, como a minha balada poderia salvar vidas sem
que a santidade do Senhor estivesse nela? Em uma conversa com o meu pastor, ele
citou: ‘Mas, assim como é santo aquele que os chamou, sejam santos vocês também
em tudo o que fizerem. (1 Pedro 1.15)’. Foi aí que caiu a minha ficha. Sim, na
minha balada, precisa ter santidade, e eu preciso ser um espelho disso para
poder refletir aos jovens
.”
No que
se refere à linha musical, Matheus comenta que as faixas do seu álbum seguirão
o Electro Pop e Electro House: “Essas são as
principais veias da música eletrônica conhecida em todo o mundo, mas, em todas
as faixas das nossas músicas, vamos inserir passagens bíblicas introduzidas nas
letras de forma que todos, especialmente os jovens, possam entender e serem
abençoados
.”
Neste
primeiro trabalho, DJ Matheus Lazaretti vai contar com a participação de dois
grandes amigos: “Os queridos cantores
Samuel Barbosa, em uma faixa inédita, e Davi Passamani, na canção [Me
Reacendeu]. As outras faixas são composições e produções minhas com a ajuda de
um grande amigo, Jonatã Alves, de Portugal
”, antecipa.
Matheus
deixa uma mensagem especial para o público sobre o seu primeiro CD: “A frase
escrita na última camiseta que lançamos
do nosso ministério diz: ‘Eu quero ser a diferença nessa geração’. Hoje, vejo
muitos jovens se posicionando na contramão do mundo para fazer a diferença e se
colocar como jovem cristão e, com atitudes e palavras dizer: eu sou diferente!
Este CD vem para apoiar os jovens nos evangelismos nas escolas, nas comunidades
ou em qualquer lugar. Com uma simples dança, é possível levar as mensagens de
amor e esperança a todos que precisam. Atitude é uma coisa pequena que faz uma
grande diferença. Não existem limites para aqueles que olham com os olhos da
fé. #SantidadeMinhaBalada
.”

Artigo AnteriorEntrevista com Lucinho Barreto no 2º R-CEU
Próximo ArtigoAndré Valadão Recebe Disco de Ouro – Versões Acústicas
Ana Paula Costa
Jornalista, assessora de imprensa e locutora. É profissional da comunicação há 15 anos. Assessora, atualmente, diversos artistas do segmento gospel. Presta serviços de assessoria a grandes gravadoras, como Som Livre (selo gospel "Você Adora") e Universal Music Christian Group. Assessorou por três anos a parte gospel da extinta premiação, Troféu Promessas, realizada pela Rede Globo. E, recentemente, o 3º Festival Promessas da Globo Minas.
Compartilhe

Deixe uma resposta