ELE É O AMOR

0

Esses dias estava rolando o feed do facebook e vi uma chamada sobre o livro “Pecadores nas mãos de um Deus irado”, pra quem não sabe, esse livro é mais uma das versões escritas do sermão pregado por Jonathan Edwards em 8 de julho de 1741, em Enfield, Connecticut. Testemunhas da época diziam que à 400 metros do local onde foi pregado o sermão, era possível ouvir o grito e o choro de pessoas clamando por arrependimento. Esse sermão deu continuidade ao grande avivamento que acontecia na época.

Mas o que me chamou atenção foi um dos comentário da publicação, uma pessoa comentou: “Não lerei, meu Deus é um Deus de amor.” E houve uma intensa discussão sobre o que uma coisa tinha a ver com a outra (risos) e logo me veio a pergunta “como se define o amor de Deus?”

A MANEIRA QUE DEFINIMOS O AMOR, DEFINE A NOSSA VISÃO DO AMOR DE DEUS



“Vejam como é grande o amor que o Pai nos concedeu: sermos chamados filhos de Deus, o que de fato somos! Por isso o mundo não nos conhece, porque não o conheceu.” (1 João 3:1)


Não sei vocês, mas eu fui muito corrigida quando criança. Vivia sendo chamada atenção, castigo, apanhei algumas vezes (sempre com motivo) e nessas horas pensava: “meu pai não me ama”. O fato dele ter me repreendido queria dizer que ele não me amava? Não, pelo contrário.

Já fiz algumas burradas na vida e passei raiva nos meus pais, principalmente na pré-adolescência. As minhas atitudes e desobediências fizeram com que eles deixassem de me amar? Não, pelo contrário. Mas também não deixaram de me corrigir.

Então por que muitas vezes quando Deus faz algo que não parece bom aos nossos olhos no momento, não nos sentimos amados? Ou pior, quando ouvimos sobre correção, exortação, justiça, pensamos não ser de Deus pelo fato dele ser amor? Ou colocamos tudo na conta da graça?


“Pois estou convencido de que nem morte nem vida, nem anjos nem demônios, nem o presente nem o futuro, nem quaisquer poderes, nem altura nem profundidade, nem qualquer outra coisa na criação será capaz de nos separar do amor de Deus que está em Cristo Jesus, nosso Senhor.” (Romanos 8:38-39)


Pr Gustavo Bessa uma vez finalizou um texto sobre amor dizendo “graça sem responsabilidade é desgraça”, e tipo: WOOOOOOOOOOOOOW! QUE VERDADE! Todos concordamos que Deus é o mais responsável e justo de todos, certo? E o melhor pai de todos também, né? Então acredite, faz parte de sua graça e amor nos chamar à responsabilidade, nos corrigir, exortar, nos tirar coisas que nos afastem dEle.

Deus é amor! E dentro do pacote do seu amor, estão a justiça, a responsabilidade, correção, bondade, graça, misericórdia, perdão…
Uma coisa não anula a outra. Você que é mãe ou pai, ou pretende ser um dia, deixaria seu filho de 8 anos dirigir um carro numa rodovia só porque o ama? Deus também não. Ele não vai te poupar da lei da semeadura só porque te ama, Ele dará graça à sua colheita, mas Ele é justo.

Todo mundo já viu, mesmo que em ficção, uma dessas situações onde o pai do playboy o livra de todas as besteiras que ele faz. O jovem rebelde vai preso por atropelar alguém, e o pai vai até lá para livrá-lo e ainda culpa o atropelado. A garota é uma péssima aluna, e quando o pai é chamado na escola, esse briga com os professores e sai em defesa da filha errado. Cara, Deus não é esse tipo de pai!



“Estais esquecidos da palavra de animação que vos é dirigida como a filhos: Filho meu, não desprezes a correção do Senhor. Não desanimes, quando repreendido por ele;
pois o Senhor corrige a quem ama e castiga todo aquele que reconhece por seu filho {Pr 3,11s}. Estais sendo provados para a vossa correção: é Deus que vos trata como filhos. Ora, qual é o filho a quem seu pai não corrige?”
Hebreus 12:5-7


A verdade é hoje a sociedade fazem tudo em nome do amor. Se é por amor, pode. Se é amor, tá liberado. O amor virou um cheque em branco para se fazer tudo o que se tem vontade sem ser julgado, afinal “Deus é amor”.

SIM, DEUS É AMOR! MAS O AMOR NÃO É DEUS!
Deus está em sua forma de amor, não na nossa.
Em outras palavras e para concluir, é DEUS quem define o que é o amor, e não o amor define quem é Deus.

Bjs, Ray.
me segue lá no instagram: @rayanefrance
rayanefranc@gmail.com

Artigo AnteriorTon Carfi lança clipe de ‘Casal Feliz’
Próximo ArtigoViva para si mesmo. Mate a igreja de Cristo.
Rayane France
"Me chamo Rayane, moro em Brasília, comecei a escrever diários em 2009 e guardo todos eles, digo que é para a minha posteridade (risos). Evangélica desde o nascimento em 1995, cristã e apaixonada por Jesus desde 2010, membra da Igreja de Nova Vida, coordenadora no Strong Movement (@jovensstrong), dançarina na Cia. Vidança, adoradora e serva de Jesus em todos os lugares. Faço de tudo, e em tudo Ele me refaz.
Compartilhe

Responder

Escreva seu Comentário
Seu nome Aqui