Mulheres que inspiram – Dia Internacional da Mulher

0

Que tipo de mulher é você? É aquela que todo mundo ama estar perto ou que as pessoas fogem da sua companhia? Aproveitamos o Dia Internacional da Mulher, 8 de março, para destacar algumas características femininas que inclusive podem ser a sua; e lembrá-la de mulheres bíblicas que inspiram a viver o padrão de Deus.

– Dengosa

Mulheres dengosas são aquelas que precisam sempre de um “incentivo” para fazer suas obrigações. Se não houver um elogio, uma frase de apoio para afagar o ego, elas fazem aquela “cara” de quem “comeu e não gostou”. Elas são melindrosas e difíceis de agradar.

Para se inspirar: Maria

Maria era o oposto de uma pessoa “dengosa”. Ela era prática e eficiente. Quando estava na festa e faltou vinho, não fez reclamações e indagações, mas procurou um meio para auxiliar os noivos. Ao ficar grávida de Jesus pelo poder do Espírito Santo, correu o risco de ter sua imagem denegrida e também de ser deixada por José, mas não houve nenhuma expressão de autopiedade ou injustiça, mas de satisfação em cumprir a vontade de Deus.

– Impaciente

Sabe quando o marido atrasa para o jantar e a esposa liga repetidas vezes para cobrar a presença do cônjuge? Esse é o perfil impaciente. Não consegue esperar por nada, inclusive se irrita facilmente com os filhos. Reclamações e murmurações estão presentes no seu vocabulário e prefere fazer a esperar que alguém faça por ela. Por isso, muitas vezes, ninguém é bom o suficiente para o seu padrão de exigência.

Para se inspirar: Rebeca

Rebeca, esposa de Isaque, não podia ter filhos, mas orou junto ao esposo para que Deus lhe fizesse um milagre. Não há registros de murmurações, mas de uma mulher temente a Deus, que esperou pacientemente pela resposta divina. O Senhor ouvir a oração e a fez mãe de gêmeos: Jacó e Esaú.

– Preguiçosa

Receber visita de surpresa causa calafrios à preguiçosa que deixa a casa de pernas para o ar. Não tem muita disposição para o trabalho e na hora das refeições escolhe fazer um lanche por ser mais fácil. A mulher preguiçosa quando ainda é adolescente ajuda a mãe em raríssimas ocasiões, e em todas elas reclama insistentemente. O guarda-roupa é uma bagunça e não consegue achar nada no quarto quando está com pressa.

Para se inspirar: Marta

Irmã de Maria, Marta sabia muito bem como receber as pessoas em sua casa. Era pronta para servir e preparar as refeições. Era trabalhadora e gostava de deixar tudo bem organizado. No entanto, sua qualidade era também seu maior defeito, por não saber parar para adorar ao Senhor. Então, se inspire nessa personagem bíblica, mas tenha o equilíbrio de saber se aquietar para ficar com o Mestre.

– Ciumenta

Tem ciúmes da melhor amiga e não perdoa quando alguém do sexo oposto se aproxima amigavelmente do marido. Confere todas as mensagens de celular do cônjuge e liga a cada 30 minutos para saber o que ele está fazendo.

Para se inspirar: Priscila

No Novo Testamento, relata-se a história do casal Priscila e Águila que eram mensageiros do Evangelho. Em vez de agir como muitas mulheres ciumentas que impedem o ministério do marido, Priscila servia a Deus junto ao esposo, sendo totalmente útil ao Reino de Deus. Ela era companheira do cônjuge e ajudadora.

– Consumista

Nada é suficiente. Está sempre precisando de uma roupa ou uma bolsa nova. Gasta rios de dinheiro com futilidades e coisas desnecessárias. Não sabe abençoar aquele que precisa, mas usa todos os recursos para o seu bel prazer. As jovens consumistas gastam demasiadamente o dinheiro da família e não se atentam ao controle financeiro.

Para se inspirar: Mulher do vaso de alabastro

Não era apegada a coisas materiais. Julgou mais importante ofertar o que tinha aos pés do Salvador, do que utilizar para o seu próprio interesse. Fez uso do seu recurso para o Reino, em vez de gastar com coisas desnecessárias. Deixou que Deus a guiasse na utilização dos recursos financeiros.

– Vaidosa

Valoriza mais a aparência física, do que o espiritual. Preocupa-se em chamar a atenção das pessoas por sua beleza. Investe tempo demasiadamente cuidando do corpo, da pele e dos cabelos. Caso, não esteja bela o suficiente, fica triste e mal humorada. Gasta muitos recursos e às vezes fica endividada para manter um alto nível de beleza.

Para se inspirar: Ester

Embora fosse considerada uma das mulheres mais belas, Ester tinha como alvo principal fazer a vontade de Deus e para isso ela jejuou e orou durante muito tempo, para que o Rei pudesse ouvi-la. O trunfo principal de Ester para mover o coração do rei foi o jejum e a oração. Ela também ensina que o cuidado com a aparência é importante, mas não é a joia mais preciosa da mulher.

Por Érica Fernandes –  Lagoinha

Deixe uma resposta