Pessoas “mais ou menos”. Você é uma delas?

Fazer o curso de idiomas mais ou menos, limpar a casa mais ou menos, fazer o trabalho do dia mais ou menos, ser amigo mais ou menos, ser pai mais ou menos, ser marido mais ou menos… E a lista é imensa!

É assim que o mundo anda hoje em dia. Não se importando em fazer algo bem feito, e acreditando que o fazer de qualquer jeito já é suficiente. Mas, pare e pense, vale a pena? Fazer dez coisas no dia, e em nenhuma delas dar o seu melhor? Estudar por anos e no fim das contas perceber que na realidade não aprendeu quase nada?

Quando queremos acordar? Quando precisarmos de um médico competente que cuide bem da gente, e só encontrarmos profissionais mais ou menos que se dedicaram mais ou menos? Quando quisermos o carinho de nossos filhos e nos depararmos com a triste realidade de que fomos pais mais ou menos que lhes deram um amor do mesmo jeito? Quando ansiarmos por algo de qualidade e não encontrarmos ninguém que também não esteja enquadrado no nosso padrão de vida mais ou menos?

Por favor, preste atenção no que você faz! Nas coisas que diz e na forma que você diz, na maneira com que você leva sua vida… Que não seja aos trancos e barrancos, que não seja do jeito que der, que não seja mais ou menos. Estamos falando da tua vida aqui, lembra?

Vai estudar? Então se dedique, se empenhe, invista horas nisso. Vai ser pai, amigo, irmão… se importe, queira um relacionamento saudável que lhe dê prazer e te faça verdadeiramente bem. Vai fazer qualquer coisa, não a faça de qualquer jeito.

O filho amado de qualquer jeito, vira o namorado que namora de qualquer jeito, o marido que lida com seu casamento de qualquer jeito, que vai ser pai de qualquer jeito.

Quebre hoje essa atitude tão preguiçosa dos nossos dias. Mesmo que você tenha recebido algo de qualquer jeito, mesmo que você tenha sido tratado de qualquer jeito, mesmo que aquilo que você esperava tenha se revelado algo desanimador… Faça diferente. Não se iguale àquilo que você não gosta. Largue o mais ou menos pra lá e seja alguém que se valoriza, que valoriza o que faz, o que sente, as pessoas que estão ao seu redor. Não seja gente mais ou menos, e se por acaso, assim como eu, você já se percebeu sendo esse tipo de pessoa algum dia, minha boa notícia pra você é que ainda dá tempo. Se você está lendo o que escrevo é porque tem vida, use-a sabiamente, seja gente de verdade, gente que não se contenta com algo tão raso, tão superficial como o famoso “mais ou menos”.

(Texto inspirado nas palavras do Padre Fábio de Melo em uma de suas mensagens).

  • Apaixonada por cartas escritas à mão e pela beleza da simplicidade. Alguém que descobriu seu maior amor e vive por Ele, pensando Nele em tudo o que faz. Uma menina de 23 anos, decidida a sonhar grande, amar muito e escrever sobre Seu amor para a maior quantidade de pessoas possível enquanto viver.

  • Show Comments (0)

Deixe uma resposta

You May Also Like

AOS QUE NÃO TEM PAI

Hoje, 12 de agosto de 2018, é dia dos pais, e penso que é ...

Expo Cristã 2018 apresenta novidades do setor em setembro

Maior evento cristão da América Latina vai reunir 15 segmentos do mercado no Centro ...