Surpresas e Unção no 5º culto de Mulheres Diante do Trono

0

Foto: Marcelo Alecrim / Lagoinha

A Igreja Batista da Lagoinha ficou pequena para a multidão de mulheres que foi louvar Jesus no quinto Culto Mulheres Diante do Trono. Com mãos erguidas e corações rendidos, o clima de adoração se espalhou por todo o lugar. Logo no início da atividade, elas foram surpreendidas com, aproximadamente, 400 brindes. Os bilhetes premiados estavam escondidos abaixo dos bancos.

Na sequência, a cantora Ludmila Ferber subiu ao altar cantando seus principais sucessos. Todas cantavam em uma só voz o refrão “Eu tô contando contigo, Deus tá contando com a gente…” Lágrimas desciam suavemente do rosto enquanto louvavam o Rei dos reis.

A consultora de moda, Susan Dutra, foi convidada por Ana Paula Valadão a ensinar a último tipo físico apresentado durante os cultos. Dutra alertou sobre cuidado com excessos de cores e texturas para o tipo “oval” e aconselhou o uso de cores monocromáticas e modelos que destacam os ombros. Ludmila retomou ao altar louvando com grande voz.

Elenice dos Santos (26), que sempre acompanha o culto de Mulheres pela Rede Super de TV, resolveu ir pessoalmente à atividade. “Eu vim porque é muito bom participar de um culto só para mulheres e também acho a Ludmila Ferber uma pastora de Deus”, elogia.

O culto prosseguiu com a música “Você tem valor”. Durante a melodia, Ludmila frisou a importância da perseverança e da superação. “As derrotas nos tornam uma pessoa melhor. Só levanta do abatimento e tem forças para prosseguir quem é uma mulher de Deus”, enfatizou. Ao final da adoração Ana Paula Valadão subiu ao púlpito para ministrar a Palavra.

Palavra

Ana baseou-se na passagem descrita em Gênesis 16, do versículo 1 a 15, na qual é descrita a história da escrava Agar. A passagem relata o desprezo sofrido pela escrava egípcia pela sua senhora, Sarai. Fugindo de Sarai, Agar foi para o deserto quando estava grávida de Ismael. Ali o anjo do Senhor apareceu-lhe e a confortou.

A Palavra foi usada para referir-se aos momentos de desalento e dor, quando os sentimentos de solidão e angústia apoderam-se de nós. Ana enfatizou o amor de Deus e como ele se preocupa com nossos sentimentos. “Deus nos encontra nos lugares mais inesperados porque ele é apaixonado por nós”, diz Ana Paula Valadão. Continuou a pregação ensinando a importância de confiar nas promessas de Deus e obedecer a Palavra. O culto terminou com arrependimento e muita unção.

Venha e participe do próximo Culto Mulheres Diante do Trono na última quarta-feira do mês (27/7).

Assista:

Érica Fernandes / Portal Lagoinha

Vídeos: Alcibiades232

Deixe uma resposta